Dieta Low Carb: Aprenda a fazer da maneira correta!

Nessa dieta, o indicado é que você opte por carboidratos de baixo índice glicêmico, cuja absorção da glicose acontece de forma lenta e não promovem picos de glicose e insulina no seu corpo. Na low carb, proteínas e gorduras também são fundamentais, substituem boa parte dos carboidratos e promovem sensação de saciedade.

Qual é a diferença entre a dieta low carb e outras dietas?

Ela tem o foco de cortar a alimentação carregada em carboidratos, para ter resultados no curto prazo. Assim, ela promove a perda de peso de forma rápida, mas, nem por isso arriscada para a saúde.

Já outras dietas privilegiam o aumento de massa magra, que são os músculos, e a perda de gordura corporal, causada pelo alto consumo de carboidratos. Essas dietas geralmente têm o objetivo a longo prazo, e são mais difíceis de se manter.

Como a dieta low carb é feita?

Deve ser feita baseada em um corte quase que total de alimentos ricos em carboidratos.Trocas de alimentos também devem ser feitas, por exemplo, o arroz branco pelo arroz integral, e de pães com farinha branca, por pães integrais.

Assim, esse regime está baseado tanto na quantidade de alimentos ingeridos como principalmente na sua qualidade. Desse modo, intervalos de tempo maiores entre cada refeição devem ser adotados.

Outro fator que a dieta de baixo consumo de carboidratos traz é a ingestão de até 30% de gordura magra e mais 30% de proteínas. Essa proporção fornece a energia necessária ao organismo e evita crises de mal estar por falta dela.

Quais são os alimentos permitidos e proibidos na dieta low carb?

Há muitos alimentos para entrar nas refeições de uma low carb assim como para serem retirados.

Também, há comidas que podem ser consumidas, desde que seja com moderação, para evitar o excesso de carboidratos.

Portanto, esse balanço deve ser bem dosado para que os resultados aconteçam.

Veja os alimentos que devem ser excluídos do seu cardápio:

-massas e pães com farinha branca;
-industrializados;
-doces;
-margarina;
-bolachas e derivados;
-bacon;
-carne vermelha gordurosa — picanha, maminha, costela, cupim, entre outras;
-refrigerantes.

Confira os alimentos que devem ser incluídos no seu cardápio:

-abobrinha;
-alface;
-maçã;
-vagem;
-chuchu;
-couve;
-brócolis;
-nozes;
-castanhas;
-peixes sem pele;
-frango sem pele;
-leites desnatados;
-queijos magros — brancos e outros;
-barrinha de cereal;
-tomate.

E ainda, os alimentos que devem ser consumidos com moderação:

-batata-doce;
-banana;
-feijão;
-aveia;
-cenoura;
-beterraba;
-mandioca;
-cará;
-pera.

Quais as vantagens de fazer a dieta low carb ?

Prevenção de doenças

A dieta low carb pode ser uma boa opção na prevenção e no tratamento do diabetes tipo 2. Com a baixa ingestão de carboidratos com alto índice glicêmico, a liberação de insulina é reduzida. Assim, há menor quantidade do hormônio em circulação, reduzindo a resistência do organismo a ele.

Como o diabetes aumenta o risco de hipertensão arterial, a dieta também contribui para prevenir essa doença. Sem contar que evita o sobrepeso e a obesidade, que são fatores de risco para diversos outros problemas de saúde.

Emagrecimento e manutenção do peso

Os carboidratos com baixo índice glicêmico, geralmente, são encontrados em alimentos ricos em fibras, que contribuem para uma maior saciedade. Consequentemente, a pessoa sente menos fome, favorecendo o gasto da energia já acumulada no organismo na forma de gordura.

É claro que isso vai depender muito do gasto energético e da atividade metabólica individual. O ideal é que a quantidade de carboidratos seja ajustada de acordo com a necessidade de emagrecimento e com a evolução de cada pessoa.

Por isso mesmo, ela também é indicada para quem quer manter o peso, bastando ajustar o consumo de carboidratos.

Envie uma mensagem para nós

Preencha os dados abaixo e procuraremos te responder o tão breve possível:

    Venha nos visitar

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    × Entre em contato conosco!